sábado, 2 de janeiro de 2010

O ato de criar é como apaixonar-se pelo abismo.
É como saltar de olhos vendados nas brenhas do infinito.
É um misto de dor com sabor de chocolate.
Uma onda que domina.
Um instante nos lábios dos amantes.
É romper o lacre do desespero e sangrar na alma.
É imperioso possuir um sincero coração de leão.
E sem amor não se faz.
Sem tesão não há criação.
ARTE
A forma mais sofisticada que o ser humano tem de se expressar.
SER ARTISTA
A maneira mais visceral de ser do homem.
CRIAR
O ato mais complexo da existência humana.
A CRIAÇÃO
Fruto da insana luta entre a razão e a emoção.